Warning: include(/textos/cabecalho_v4.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 73

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/textos/cabecalho_v4.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 73

Warning: include(/textos/barra_menus_superior4.txt) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 79

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/textos/barra_menus_superior4.txt' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 79

Warning: include(/servicos/dadoslogin.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 91

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/servicos/dadoslogin.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 91


Warning: include(/textos/_menuprincipal3_ilhacom.txt) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 109

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/textos/_menuprincipal3_ilhacom.txt' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 109

 


Warning: include(/php/online.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 129

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/php/online.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/8/25/1a/ilhasolteira/public_html/noticias/indexavoz.php on line 129


Webmasters:
Tel.(18)9126-6910

 

Canal Direto Site "ILHA DE NOTÍCIAS"

Diego Guerreiro, o herói das chamas

Comemoramos na última quarta feira (02), o “Dia do Bombeiro”, em virtude deste dia, a equipe do jornal do Povo recebeu a visita de um dos combatentes do fogo de duas das maiores tragédias da história paulistana, o Tenente aposentado Diego Guerreiro (72). Tragédias estas que ocorreram de forma ainda não totalmente esclarecida e assim permanecem mexendo com o imaginário coletivo.

No dia 24 de fevereiro de 1972 aconteceu o primeiro, e talvez o mais assustador, incêndio da história de São Paulo, por volta das 16h15 na sobreloja das Casas Pirani, loja de departamentos que ocupava grande parte do edifício que era conhecido como Prédio da Pirani, tomando conta em aproximadamente 28 minutos todo o edifício Andraus, que possuía nada mais nada menos que 28 andares.

As chamas consumiram um andar por minuto, formando grandes labaredas. O incêndio deixou aproximadamente 352 vitimas, sendo 16 mortos e 336 feridos. Acredita-se que o fogo tenha tido início nos cartazes de publicidade das casas Pirani colocados nas marquises do prédio.

Dois anos mais tarde e outro incêndio voltou a lembrar a tragédia vívida ainda na memória do paulistano, com o incêndio do Edifício Joelma. Um edifício também comercial que tinha em seus 10 primeiros andares como estacionamentos e o restante de seus 25 andares como escritórios em grande parte do Banco Crefisul.

Acredita-se que o incêndio tenha começado no 12° andar por um curto circuito no sistema de ar condicionado, devido à sobrecarga. O acidente deixou 179 mortos e 300 feridos.


Relatando fatos de sua carreira e questionando os fatos noticiados a época sobre as duas tragédias, o Tenente aposentado, Diego Guerreiro (72), descreveu a época que muitas das ocorrências eram atendidas por um grupo limitado de combatentes do fogo, o que impossibilitou uma maior eficácia no atendimento em ambos os casos. “Se tivéssemos naquela época um treinamento como é feito hoje para a maioria das empresas que ocupam edifícios de escritórios, ou mesmo o efetivo que hoje se encontra a disposição das empresas para que o atendimento fosse feito, caso preciso, não teríamos uma tragédia daquela”, comentou o tenente que iniciou sua carreira em 1957.

O Tenente acredita que por causa de interesses políticos muitas das ocorrências daquele período foram por motivos e interesses políticos e que por “coincidência” aconteceram em prédios que serviam a empresas que tinham de alguma forma ligações com o governo. “A maioria dos incêndios daquela época foi criminoso, o sujeito estava em falência e assim precisava de dinheiro das asseguradoras. O que fazia? Queimava tudo”, afirmou. 

Ainda segundo o Tenente muitas das pessoas que morreram no incêndio de 1972 não foram relatadas por questões burocráticas, envolvendo interesses e jogos políticos. “Por sofrerem represálias em relação ao relato de fatos, o corpo de bombeiros não podia divulgar números exatos, se morriam 1000, tínhamos que relatar 300, tragédias derrubam políticos”, relatou Guerreiro.

Houve uma época em que os incêndios criminosos aconteciam de forma indiscriminada, por queima de arquivos e informações que fossem contra os “princípios de moralização” da ditadura militar, que durou de 1964 há 1985, o período mais negro da política nacional. “Houve um domingo em que corríamos como loucos para apagar focos de incêndio em varias emissoras.  Mal encostávamos a viatura e já tínhamos que correr atrás de outra chamada”, disse o tenente.

Aposentando-se em 1987, o tenente Diego Guerreiro veio para Ilha Solteira e até hoje alerta a população para os cuidados que a população deve ter com um possível incêndio em suas casas, devido a precariedade em que se encontram as fiações e os forros e lojas, mais antigas da cidade. “Muitas das fiações ainda datam da época da CESP”, afirmou Diego.

Guerreiro relatou ainda que o destacamento do Corpo de Bombeiros de Ilha Solteira deve ter maior respeito. “O bombeiro só é lembrado quando acontecem as grandes tragédias ou quando um grande acidente ocorre”, diz o experiente ex-combatente do fogo.

Segundo os relatos do Tenente, na época em que trabalhava o efetivo era muito menor que os de hoje e, para atender a toda a população era necessário se desdobrarem, isso sem contar os equipamentos inferiores. “Hoje a situação é outra. Existem várias corporações e um destacamento em cada cidade, facilitando o trabalho. Talvez por este fato, o trabalho do bombeiro não tenha o valor merecido”relatou.

Vivendo de sua aposentadoria, o tenente informa que não graças a ela, leva uma vida razoável, e credita esse mérito aos trabalhos de assistência e prevenção de incêndio que muitas das empresas montaram em suas unidades a fim de evitar que catástrofes como as da década de 1970 aconteceram. “ É necessário que o governo tenha uma melhor visão sobre seus aposentados e assim nos dê uma melhor condição de vida, trabalhei por 30 anos e o mínimo que mereço é respeito, não digo por mim apenas, e nem pela classe de combatentes, mas como ser humano”, desabafou o herói.

 

Autor: Ilha de Notícias
Data: 04/07/2008




Comentários


Esta notícia possuí nenhum comentário!

Adicionar comentário
O Portal ilhasolteira.com não se responsabiliza pelos comentários aqui publicados pelos internautas.



22/07/2013 - Toninho defende Observatório e afirma que oposição não fez panfleto
18/07/2013 - teste
28/06/2013 - Ingressos para a Festa do Caldo, que acontece sábado, continuam à venda
27/06/2013 - Prefeitura deve investir R$ 300 mil em infraestrutura no bairro Ipê
27/06/2013 - Correios lacra antigo prédio no centro e deve reformar local
24/06/2013 - Universitária de Ilha Solteira morre em acidente próximo à Itapura
23/06/2013 - Governador Alckmin cancela visita que faria à Ilha Solteira neste sábado
23/06/2013 - “Velozes e Furiosos 6” continua em cartaz no Cine Paiaguás
21/06/2013 - Governador Alckmin cancela visita que faria à Ilha Solteira neste sábado
21/06/2013 - Manifestação atrai centenas e prioriza problemas locais
21/06/2013 - Em ato pacífico, ativistas abraçam símbolo da emancipação de Ilha
21/06/2013 - Manifestação é encerrada com ato em frente a Prefeitura de Ilha Solteira
21/06/2013 - Bento deve receber lideranças do movimento na quarta
21/06/2013 - Diversos temas foram abordados durante manifestação em Ilha
21/06/2013 - Governador Alckmin estará em Ilha Solteira neste sábado
21/06/2013 - Idosos estão em Penápolis defendendo título dos Jogos Regionais do Idoso
21/06/2013 - Prefeitura de Ilha é a única da região a encerrar expediente por causa de jogo do Brasil
21/06/2013 - Show da dupla Fred e Gustavo é adiado para agosto
20/06/2013 - Manifestação ocupará Avenida Brasil e terminará com ato na Prefeitura
20/06/2013 - Trânsito não terá esquema especial durante a manifestação
  0    1    2    3    4   Próximos 20   >>
Total de Noticias: 8902


Publicidade





Anuncie

ISAWeb Desenvolvimento - (18)9126-6910 - isaweb@ilhasolteira.com.br - ©2014 Todos Direitos Reservados